Só não faz negócios quem não quer.

SÓ NÃO FAZ NEGÓCIOS EM SP QUEM NÃO QUER

Por Adinaldo Diniz
Colunista de política, economia e eventos sociais na Portal Alto Tietê

Quem acompanha nossos artigos sabe que trazemos oportunidades de negócios seja em feiras, em grupos empresariais ou mesmo em eventos. E o mais importante do que falar, é provar, testar e passar para os leitores se realmente é válido ou não tais eventos.
Ontem fomos provar a Rodada 50 de Negócios da EMPRESÁRIOS BRASIL - considerada por algumas emissoras de TV como a melhor rodada de negócios do Brasil - portanto, o que descreveremos abaixo é a sensação real do que percebemos do evento, as principais vantagens e oportunidades que qualquer empresário pode utilizar para conseguir melhores resultados nestes eventos.

ORGANIZAÇÃO DO EVENTO
A rodada iniciou efetivamente as 08:00 em ponto - como prometido durante a inscrição para o mesmo - e teve seu término próximo das 12:00 após 8 ciclos de rodada. Pudemos comprovar na prática que em nenhum momento se repetiu empresas na mesma mesa. Todos falaram com todos.
A gestão do evento é tão precisa que em momento algum sentimos a necessidade de consultar a organização sobre aonde ir, o que fazer, sobre tempo, ou outras dúvidas. Todos que estavam se apresentando tinham dois minutos e ao fim das apresentações mais 5 minutos para os membros da mesa concluírem as negociações.

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS
Todos podiam trocar brindes, cartões e panfletos. Observamos a participação de uma empresa de cada segmento. Haviam empresas de consultoria e advogados, mas cada uma especializada em atividades diferentes.
O modelo funciona tão bem, que é impossível só querer vender. Fizemos este teste, focamos só na venda dos nossos produtos, mas vimos que estava a nosso alcance todos os serviços e produtos que necessitávamos e outros com vantagem econômica tão grande que valia muito a pena trocar os atuais fornecedores para os novo apresentados - principalmente no setor de telefonia, contabilidade, marketing digital.
Outra grande vantagem do modelo é conhecer serviços até então nunca pensados, mas que necessitamos e não sabemos onde encontrar. O conhecimento que estes novos fornecedores trazem por exemplo, permitem economias gigantescas de tempo e recursos com processos jurídicos para recebimento de inadimplentes.

Outra grande oportunidade que podemos provar foi a indicação indireta. O modelo é tão interessante que ouvindo uma empresa apresentar enxergávamos nitidamente que era a necessidade de um cliente nosso e vice-versa. Éramos ao mesmo tempo vendedores e compradores diretos e indicadores e indicados indiretos.
Mais uma oportunidade neste universo de negociação, a chance de firmar parcerias e alianças. Damos como exemplo real do que aconteceu, uma empresa de comércio exterior - consultoria e trâmites de documentação - que após se apresentar conheceu outro empresário da mesa que não precisava do serviço oferecido, mas que tinha um parceiro comercial estratégico seu com abertura de mercado nos EUA e só precisava levar novas empresas para as cidades onde realizam feiras de negócios, com empresas americanas interessadíssimas por produtos brasileiros. Ao fim, estabeleceram ali uma ponte, onde a empresa de comércio exterior indicará os seus clientes esta oportunidade de fazer negócios em outras cidades americanas. Nem nos melhores sonhos se imaginaria duas empresas sentadas numa rodada de negócio fazendo negócios para os seus clientes que não estavam ali !
Ao fim de todas as rodadas, foi dado um tempo extra de uma hora para quem quisesse aproveitar os contatos existentes ali.

MAIOR DE TODOS OS BENEFÍCIOS
Quando terminou tudo, ficamos analisando tudo o que aconteceu. Começamos a colocar no papel os custos envolvidos para participação do evento e os custos do dia a dia para realizar as mesmas coisas que fizemos. A diferença de custo é uma covardia!

CONCLUSÃO
Testamos a efetividade, a funcionalidade e o modelo de rodadas de negócios da EMPRESÁRIOS BRASIL e vimos que está acima dos modelos existentes no mercado porque : não repete empresas na mesma mesa, funciona com pontualidade, junta atividades estratégicas com um só representante por área, não tem interferência da organização do evento, é dinâmico e gera negócios e tanto para os presentes quanto para os clientes dos presentes.
Todos na ânsia de comprarem acabam sendo envolvidos pelas oportunidades reais que as compras também podem lhes trazer, assim é impossível só querer vender, sem aproveitar as chances de comprar.

RECADO PARA OS EMPRESÁRIOS
Se vocês observaram a tabela acima, perceberam a economia que geram e o baixo custo para captar novos clientes. Para auxiliá-los na compreensão dos valores, fizemos uma estimativa da nossa empresa tendo que visitar cada empresa que conhecemos ontem no modelo convencional: telemarketing, vendedor externo, custos com marketing digital, oferecimento de brindes e almoços para compradores ou gerentes de departamento.
Com custos convencionais, para buscar as mesmas empresas, conseguir agendar uma reunião e tratar diretamente com o proprietário ou pelo menos com quem decide as compras, gastaríamos 20 a 25 dias - desde que o trânsito estivesse bom, e que déssemos a sorte de conseguir de imediato falar com o proprietário e sem interrupções - e, desde que não ocorresse nenhum problema com carro da empresa ou do representante e que não precisasse de pagar estacionamento em cada local que fosse - e que no pior dos casos fossem feitas 5 a 10 visitas/dia - e lembrando que nesta reunião não se teria a certeza real de fechamento de pedido, gastaríamos em média R$ 2.375,17 - incluso pelo menos 15 almoços pagos a gerentes ou donos de negócio para reunião. Nesse valor não está o salário do representante.
Com a rodada de negócios não gastamos nada para fechar, uma vez que a empresa entrou em contato e confirmamos o fechamento da proposta. fizemos o pagamento sem sair da empresa e de fato, gastamos meio dia para reunir com 50 empresas, não tivemos custos nem com almoço, nem com estacionamentos, nem com segurança e pudemos negociar sem nenhuma interrupção proprietários com proprietários. Não investimos nada além de R$ 107,55 !
Ou seja, para você que é empresário e ainda não entendeu a conta, reduzimos em 96% o custo comercial para prospectar com 50 empresas. Mais do que isso, ampliamos em 80% a possibilidade de fechar novos negócios e ampliar o network, sem custos com mídia digital.
Encontramos serviços que se contratarmos terão provocado só de redução com contratos, com telefonia, com gestão, mais de 45% dos custos empresariais !
Esse artigo é um presentão que estamos dando, porque não só provamos a eficácia, como trazemos em números os resultados para que cada um possa tomar as suas decisões baseadas em fatos concretos.
Em suma, você só fica chorando com a crise se quiser. A rodada EMPRESÁRIOS BRASIL provoca a economia que sua empresa está procurando e te dá a oportunidade de negociar com outros 50 empresários (no mínimo) e se você for esperto, ainda consegue ser a solução dos clientes dos envolvidos na rodada.

Observação:
Todas as informações prestadas são gratuitas, não ganhamos nada da empresa responsável pelas rodadas, um só centavo ou benefício. Nosso objetivo é trazer soluções viáveis e baratas para os empresários enfrentarem a atual situação de mercado. Justamente por este caráter deixamos abaixo o link da empresa para que confiram estas informações e provem por si mesmos.:
http://www.empresariosbrasil.com.br/